em- algum lugar nas estrelas - clare vanderpool -- darkside-experimento42

Em algum lugar nas estrelas | Resenha

Ler esse livro é como se apaixonar

Redes Sociais:

(Em algum lugar nas estrelas; original: Navigating Early; autora: Clare Vanderpool; tradução: Débora Isidoro; 2016; 288 páginas; editora: Darkside Books)

Ler Em algum lugar nas estrelas é como se apaixonar. E não, não é uma história romântica, mas nem por isso não é sobre amor, superação e união.

O livro conta a história de Jack Baker, garoto de treze anos que tem que se mudar do Kansas para Maine. Além de se adaptar às novidades, precisa conviver com um novo tipo de solidão. Sua vida muda um pouco com a presença de Early Auden, “o mais estranho dos garotos”, que o leva em uma jornada para encontrar o número perdido de Pi.

Em algum lugar nas estrelas resenha experimento42

A premissa pode parecer um tanto estranha, e o livro não faz questão alguma de elucidar tudo até o fim. Jack questiona, mas se sente compelido por Early e toda sua segurança, além de achar curiosa a forma como os números contam histórias a ele.

Os dois protagonistas são um trunfo do livro. Enquanto Jack tenta ser realista e tenta superar os traumas que passou, Early é uma incógnita que vai conquistando aos poucos, podendo até ser irritante em alguns momentos, mas ainda assim sendo completamente adorável neles. Seus tiques e manias passam uma imagem errada no começo,a mesma que Jack tem, e ao longo do livro vemos o quanto é difícil não subestimar alguém que é diferente – e como estamos errados.

Em algum lugar nas estrelas resenha 3experimento42

 

“Ouvir minha mãe era como ler poesia. Eu tinha que alargar a mente para entender o que ela queria dizer”.

Em algum lugar nas estrelas é um livro delicioso de se ler. Conquista aos poucos, trazendo doçura em algumas frases que fazem o coração suspirar, e não por um amor romântico, mas pelo carinho das lembranças. Aos poucos você ri de situações, se atemoriza por outras, chora de felicidade e de identificação com a tristeza e cai em descrença, só para ser arrebatado novamente. Ou seja, ler esse livro é como se apaixonar. E ainda mantém aquele calor no peito após o final.

Outros personagens e situações podem parecer um tanto coincidentes para caberem na história, mas tudo faz sentido. Como as estrelas, não existe destino e, sim, entrelaçamento, e é isso que o livro mostra. Temos as mesmas dores, ainda que elas se apresentem de maneiras diferentes.

Em algum lugar nas estrelas resenha2 experimento42

Palavras-chave: , , ,

Galeria de Imagens

Há 4 imagens neste post. Clique nas imagens para ampliá-las / abrir a galeria.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Posts Relacionados

Leia mais sobre DarkSide Books:

Comentários

Através do Facebook

Através do site [2 Comentários]

2 comentários sobre “Em algum lugar nas estrelas | Resenha

  1. #2
    Gislaine disse:

    Que resenha linda! Estou encantada. A capa desse livro é perfeita e a história parece ser mais ainda, quero muito ler!
    P.S.: amei o nome do site!
    Gislaine | Paraíso da Leitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Current day month ye@r *